quinta-feira, 19 de julho de 2012

Vídeo intimo da assessora Denise Leitão Rocha

Um dos assuntos mais falados do momento em todos as mídias sociais, é o suposto vazamento do vídeo que mostra cenas de sexo entre a assessora parlamentar Denise Leitão Rocha e que nos últimos dias caiu na net.

Apelidada de "furacão da CPI do caso Cachoeira", ficou ainda mais famosa, já que em meados de maio.2012, uma revista de grande expressão informava que ela teve um caso com o ex-jogador, e atual deputado federal Romário.

Juntando as informações disponíveis no Portal da Transparência, no Diário Oficial e em seu ato de nomeação, é possível concluir que ela foi nomeada para o cargo de assistente parlamentar - AP03, com salário nominal de R$ 4084,29 por indicação do Sen. Ciro Nogueira, em 15.02.2011. Por estar no regime especial de frequência, ela não é obrigada a bater ponto.

Em férias ela é tema proibido entre seus colegas, segundo os quais ela praticamente não parava no gabinete e nenhum deles sabia informar quais eram as funções dela no Parlamento. 

O vídeo que você pode ver abaixo, não é aconselhado para menores, e está hospedado em diversos sites brasileiros, além de um site de sexo estrangeiro. É possível ver a imagem de uma Fênix tatuada em local bem estratégico, e também as patas de cachorro em sua barriga - além do piercing.  Durante o vídeo, você nota o close nas partes íntimas dos dois, e também seus rostos.

O vídeo que tem cerca de 2min 56segs foi veiculado em diversos sites, e nesta altura do campeonato, a mídia tem informado que a Playboy ligou no gabinete do Senador Ciro Nogueira solicitando seu contato. Algumas informações dão conta de que ela será desligada - não pelo vídeo em sí, mas pelo constrangimento que tem causado para o Senador.


Vídeo mais assistido no Senado 
O vídeo vazou de alguma forma desconhecida, e Denise informa que irá processar o responsável pelo vazamento - na opinião deste blog, isso sem dúvida precisa ser feito pois está afetando sua imagem.  Durante alguns dias, o vídeo era conhecido apenas por alguns jornalistas, mas caiu como uma bomba na última terça, durante o depoimento do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT) quando era visto na tela de muitos laptops e tablets de parlamentares em meio a sessão.  Como o Senador Ciro Nogueira é integrante da CPI do Cachoeira, Denise Leitão Rocha chegou a entrar na sala e obviamente foi alvo da curiosidade de fotógrafos e jornalistas, mas ela evitou levantar o rosto e foi instruida a sair do local em poucos minutos, até para ser evitada a vinculação de sua imagem com algum parlamentar.

Depois que vazou, ele foi reproduzido diversas vezes no comitê de imprensa do Senado, para o completo frenesi da platéia masculina. Certamente a forte repercussão do vídeo corroborou na decisão de seu afastamento.

Um comentário: